FR EN ES PT
Enfim: o Devblog dos Heróis! Assim que anunciamos este recurso nos fóruns, muitos jogadores levantaram diversas questões. Pois agora daremos mais detalhes. Dedicaremos três Devblogs a esse assunto, com cada publicação abordando um elemento específico do sistema.

O que são os heróis?

 
Muitos de vocês devem estar se perguntando “Hããã... Do que você está falando?”

O sistema de heróis permitirá a você jogar com até três personagens na mesma conta. Na verdade, os heróis são os personagens e companheiros da sua conta, ou seja, agora você poderá jogar com o curandeiro e o porradeiro ao mesmo tempo!

Resumindo, esse é o grande lance do sistema de heróis. Por serem personagens que podem ser jogados sozinhos, os heróis continuarão com seus próprios inventários, Sucessos, atributos etc. Você os controlará da mesma forma que o seu personagem principal! Eles ganharão a mesma quantidade de experiência e terão suas próprias recompensas e fichas de calabouço.

Claro, todos os heróis poderão entrar nos calabouços, contanto que tenham a chave e o nível necessário. Por exemplo, se você tiver dois personagens de nível 90 e um de nível 60, este último não poderá entrar em Dezist.

Outra coisa importante: não será possível ultrapassar o limite de personagens extras. Além do seu personagem principal, você poderá recrutar 2 companheiros, 2 heróis, ou 1 companheiro e 1 herói.
Agora que estamos conversados, vou falar um pouco dos motivos por trás desse recurso e por que ele demorou tanto para ser concluído.
 

Para que serve o sistema de heróis?

 
Antes de mais nada, o principal objetivo desse recurso é aprofundar o aspecto de RPG tático para enriquecer ainda mais o jogo. Uma equipe formada por personagens de diversas classes será mais balanceada e terá uma variedade maior de estratégias, graças à distribuição personalizada das características de cada personagem.

Muitos de vocês têm vários personagens em mais de uma conta para formarem grupos com eles. O sistema de heróis oferecerá essa possibilidade de forma muito mais fácil e prática.

Queremos dar a esses jogadores uma solução bem pensada para que eles possam jogar do jeito que quiserem.
 

Então será o fim dos companheiros?

 
Embora o sistema de heróis possa parecer incompatível com os companheiros, eles ajudarão a criar uma maior variedade de táticas e estratégias. Mas, é claro, cada jogador tem seus próprios desejos, estilos e objetivos.

Para jogar com heróis, você precisará se dedicar um pouco mais do que com os companheiros. Com os companheiros, você poderá deixar a distribuição de pontos de lado para se concentrar no personagem principal. Muitos de vocês costumam trocar de companheiro de tempos em tempos, por isso estamos pensando em maneiras de torná-los mais práticos, sem afetar a eficiência deles.

Por exemplo, estamos considerando reduzir o número de espaços de equipamento, mas aumentar as características básicas.

Vale lembrar que a monetização não será exatamente dessa forma. A obtenção de companheiros é feita de forma imediata e permanente, enquanto que o recurso de heróis será renovável e disponibilizado por tempo limitado. Falarei mais sobre o preço no próximo Devblog.
 

Por que está demorando tanto para ser lançado?


Quando começamos, o plano era lançar em dezembro de 2014, mas com uma condição: contanto que estivesse pronto. Como podem perceber, ainda faltava alguns detalhes.

O primeiro problema era integrar o sistema de heróis aos demais recursos do jogo. Subestimamos a quantidade de correções e ajustes necessários tanto na programação quanto na parte gráfica. O segundo problema foi na hora de estimar o tempo que ia levar. 

Em janeiro de 2015, tivemos que modificar a parte gráfica para solucionar certos problemas até então impensados, o que nos obrigou a traçar um plano mais realista.
Não entrarei em detalhes técnicos, mas usarei uma pergunta feita no fórum para exemplificar essa questão: “Por que vocês não lançam os heróis sem que eles possam participar de missões, assim como os companheiros?

A princípio, essa parece uma ideia muito sensata, mas os heróis influenciam as missões (pois são personagens). Logo, tínhamos que tomar uma decisão: as missões valeriam somente para o personagem principal ou seriam próprias de cada personagem? Muito além da escolha, os aspectos de ambas as opções trariam custos adicionais.

Decidimos incluí-los no sistema de missões por dois motivos:
  • Era mais rápido e mais “prático para os desenvolvedores (show!).
  • Era melhor para os jogadores: poupará tempo, além de ser mais prático e mais alinhado com o jogo.
Em seguida, voltamos à mesa de projetos e mudamos algumas ideias de acordo com a mecânica central desse sistema: a mudança de personagens e o conceito de “companhias” (explicaremos outro Devblog).

Outro ponto que revisamos desde o início foi a interface. A ergonomia original não era boa, e os comentários do primeiro teste nos forçaram a repensar esse sistema. Decidimos repensar tudo, tendo como ponto de partida o propósito mais básico de todos: garantir a dinâmica para aumentar as possibilidades estratégicas.

A nova interface tem como foco a lista de personagens para que cada jogador possa criar grupos de forma fácil e intuitiva.
 

E quando o sistema de heróis será lançado?


Já podemos ver a luz no final do túnel! Acreditamos que tudo estará pronto até o final de julho. Uma versão beta com tudo isso será lançada em julho/agosto. A versão final sairá no final de agosto, portanto os heróis devem chegar com a próxima grande atualização.

Até lá, continuarei escrevendo artigos sobre o andamento desse e de outros projetos.

Palavras finais

 
Espero que este primeiro Devblog tenha ajudado vocês a entenderem melhor o sistema de heróis. Publicarei o próximo artigo em breve, abordando as regras e o sistema de companhia, além das respectivas recompensas.



 
Categoria: Developpement