FR EN ES PT
Procurar nos fóruns 
Rastreadores Ankama
Fixo

[Participações - Texto] Parada elementar: 4 concursos em 1!

Por [Ankama]WAKFU - ADMINISTRADOR - 02 Setembro 2020 - 16:04:23
AnkaTracker
Categoria Texto.

Este tópico é exclusivo para postagem das participações da categoria Texto do evento "Parada elementar: 4 concursos em 1!".

Mais informações sobre o evento e caso você tenha alguma dúvida, por favor, acesse este tópico: Clique aqui

Data fim para postagem: 15 de setembro às 23h59 (de Brasília).
Primeira intervenção da Ankama

Olá pessoal, 

O resultado do concurso foi publicado neste tópico

Agradecemos a todos pela participação. 

Exibir contexto da mensagem
Reações 38
Pontuação : 16
teve uma vez que eu e meus amigos estávamos fazendo tofuleiro para pegar recursos eu era osa dragão e usava skills de fogo e tinha também um sadida e um kilorf os meus dois amigos tinham morrido so sobrei sem minhas invocaçoes então eu batia e saia correndo com skill de fogo usava grito do kwak, fúria de milobo mas o tofu real me dava muito dano ate que eu fiquei com 14 de pontos de vida ae eu virei o boss de costa e usei a fúria de milobo e consegui matar ele com 14 postos de vida

 
1 0
Pontuação : 33

Uma batalha épica!!!!

1 0
Pontuação : 10

Uma das batalhas explosivas e engraçadas que já ocorreu comigo foi na primeira vez que fui lutar contra o Fritney spíers com dois amigos, foi complicado, ainda mais com os monstros com o efeito de ao ficar colado é reduzir 80 % do dano e ironicamente quase toda hora eles estavam colados, até que uma hora sobrou apenas o boss, mas no meu time já estava morto o kilorf e o cra e sobrou apenas eu, consegui tirar consideravelmente a vida dele, a pá do grande enutrof tinha que vencer aquela batalha até que uma hora eu morri, mas como um bom velhinho realizei a simulação “fingindo o infarto” e então revivi sem os debuff de dano por movimento e então consegui matar ele usando a pá sombria que cura com os tesouros dourados e atacava ele na forma perforzerker.

0 0
Pontuação : 18

Um dia fui realizar a dungeon da laposa impelial(na statis 21), fizemos todas as salas normalmente, mas durante a luta contra o boss (em sua primeira fase) todos acabaram morrendo menos eu (uma pandawa 164 na época), então em desespero e berrando horrores fiquei acumulando tonto no boss, nos turnos de embriagado ou quando tinha chance eu fazia a mecanica para abrir ele e o atacava com veneno, quando ele fechava eu pegava o tonto e transformava em escudo e fiquei nesse vai e volta por mais de 20 turnos, até o momento em que ele pereceu e eu recebi o colar da vitolia (lendario) e guardo até hoje como sinal de honra e gloria.

1 0
Pontuação : 558

Lembro-me do tempo em que o pvp era livre pelo mapa, nesta época eu estava upando meu Osamodas em Moon e um player deveras mal intencionado me agrou, eu n tinha level, nem equips, já o personagem do player dito era um Ecaflip full equip, eu fiquei desesperado, ai eu pensei e fiquei mais de 40 minutos entre cura correr mas no fim consegui vencer, esse dia eu nunca vou esquecer, foi um pvp que ficou marcado na minha memória firefirefire

0 0
Pontuação : 136

La estava eu, eu e eu em uma intensa luta, não entendo como eu conseguia suportar aquilo, meu eu que era meu eu suporte ja havia sucumbido a tamanho terror, mas eu tank continuava de pé naquela intensa luta para proteger meu querido eu carry, então gritei para eu, cadê o botão de fugir?
não existia tal poder,  aquela intensa luta prolongava eternamente ao ponto do meu eu tank sucumbir em sua tentativa de proteção, restando somente eu, então com uma fúria incrível consegui poder suficiente para lançar minha salvação, apos me preparar e mirar para eliminar o ultimo e mais poderoso, gigantesco e maromba paparneiro negro que eu, eu e eu havia visto, eis que, minha kissExcelentíssima mãe wubdesliga a internet porque eu não havia lavado as louças.
primeiro inimigo enfrentado no game e minha prestigiada primeira morte.
WIPE.
FIM.
laughlaughlaughlaugh

12 0
Pontuação : 16

kkkkkkkkkk

1 0
Pontuação : 113

A história se passa há 4 anos atrás, quando duas jovens amigas se encontram de madrugada sem o que fazer. Eu, como uma boa Iop, sugeri irmos a dungeon de Sramvil, afinal precisava de itens para ficar mais forte. Minha amiga Cra, perspicaz, relutou, mas foi convencida.
Chegando na famigerada luta contra o boss, tudo rolava tranquilamente graças a minha pandinha que posicionava tudo. Sramva, sramvem (ba dum tss),  pensei “hmm... por que não jogar esse boss pra mais longe?”. Dito e feito, joguei ele pra longe, porem, quando notei, ele havia caído de frente para os 6 personagens, criando pânico no grupo. Graças a força da cra, que era a única que poderia bater no boss, saímos vivas da luta. Não houve drops relevantes, mas o rage a gente nunca esquece.
Depois desse dia, treinei muito a panda, e hoje de 10 lutas, ela só posiciona errado em 8.

1 0
Pontuação : 676

Há 3 anos atrás, na minha quarta tentativa de jogar Wakfu, encontrei uma party aleatória em astrub que tinha como objetivo chegar no end game a partir dali. Foi essa união que me fez permanecer no jogo e continuar até os dias de hoje, mesmo que nossos planos não tenham dado certo e nenhum deles jogue hoje em dia, sempre lembrarei deles e desse momento. Obrigado Metafoc, Vitos, Haily e Soma por serem parte disso <3

0 0
Pontuação : 117
 Há 4 anos atrás, quando comecei a jogar, eu e meus amigos (que eu torrei a paciência deles para começarem a jogar Wakfu), fomos para a Dungeon de Papatudo, tínhamos um grupo bem fraquinho e com poucas pessoas e não sabíamos muito bem jogar Wakfu. 
Começamos a fazer a Dungeon, passamos as primeiras salas e chegamos no Boss, estávamos com pouca vida e meu amigo teve a ideia genial de resolver trollar a gente, ele puxou a batalha com o Boss, mesmo com a gente sem o
HP completo. 
 Eu comecei a posicionar meus portais, em quanto meus amigos batiam nos mobs. Eles conseguiram matar todos os mobs, deixaram o boss com metade da vida e depois morreram todos. 

 Após meus amigos terem morrido, apenas restou à mim. Fiquei um bom tempo ''kittando'' o boss, no final ele conseguiu me alcançar, me atordoou e ele conseguiu me matar 

Fim~
0 0
Pontuação : 2

 Eu estava jogando solo, como sempre, com meu Sacrier, nível 46, na Casa de Miauvó, com o stasis 50, tentando conseguir o pet, pensando que seria algo bem simples, porém, ao encarar o boss, eu me deparei com uma situação complicada, não tinha PA suficiente para atacar mais de uma vez por turno e sem conseguir gerar escudo o suficiente para me proteger, então resolvi partir para a melhor opção que eu tinha, usar meu feitiço de fogo, Sangue por Sangue, aumentando meu Furiargh para 100%, com apenas 49 pontos de vida, contra os 200 restantes do Mané Valente, como último recurso e aproveitando que meus PAs não haviam sido reduzidos naquele turno, usei meu feitiço mais forte com 100% de Furiargh, Punição, assim derrotando o boss e ficando por um triz de morrer, no final, não consegui o pet e tive que repetir a masmorra.

0 0
Pontuação : 1

Épocas difíceis, quentes e traiçoeiras como o fogo, encontrava-se no mundo dos Doze um grupo de 3 amigos entediados, haviam travado combates contra as criaturas mais poderosas até perderem a chama que existia dentro de seus peitos. Chama estas que foram acendidas novamente quando perderam toda sua força por algo maior (modulação).
Empolgados, os jovens adentraram uma casa de gatos onde lutaram contra criaturas pequenas e traiçoeiras em seu esplendor(s50) e após a chegada em sua dona travaram um combate memorável que buscava o topo, o fogo guiou as bombas, os uivos e as flechas daquela noite escura, mas no fim...a Miau Vó miou pela última vez.

0 0
Pontuação : 214

Em meados de 2018 (eu acho, não ao certo), comecei minha aventura no wakfu, não tinha noção de como era, de como seria, nunca tinha jogado nada, nada mesmo, iniciava ali minha aventura NERD. upando, farmando, mas o que gostava mesmo era up de profissões, pois minha unica aventura com jogos era colheita feliz, sim me julguem, enfim, upando fazendeiro, aqueles tofus me infernizando, não deixava minhas plantações crescerem, ai tive uma grande ideia, vou te matarrrr... matei tudo me senti uma fazendeira fodastica... guardo minhas sementes com muito carinho...Outra aventura foi recente calabouço da grande kali, estavamos em 6 a maioria full rudado e tal, eu coitadinha nem apresentado meus equipes tinha, kkkk, mas quem ficou sobrevivente? sim pasmem euzinha minha ecaflip, não ganhamos nada de reliquia ou equipes bons, apenas sangues, correntes, mas minha eca sobreviveu lindamente!!! 

1 0
Pontuação : 2

A 1 ou 2 anos atrás, quando eu estava jogando com meu osamodas (que não está mais entre meus personagens) lvl 90, fui pvp com um eliotrope lvl 72 em Brakmar no lugar mais quente do mapa, a batalha foi radical, o elio invocou 4 portais (o mapa era gigante e quadrado) 1 em cada canto do mapa e ficou me atacando e fugindo de mim, então invoquei o meu chafer de elite e fiquei invocando usando o chafer de elite os esqueletos, e em algumas dezenas de rodadas o mapa tinha virado só osso, mais de 30 esqueletos cada vários esqueletos em cada portal, até que chego uma hora que consegui emboscar ele, foi um massacre total.
ME SENTI EM CHAMAS QUANDO VENCI.

0 0
Pontuação : 188

Eu não podia esbarrar com um veterano, que logo questionava sobre a melhor maneira de evoluir, mas a resposta era sempre a mesma: “Meytor!”. Logo, decidi juntar forças com outros principiantes a fim de derrotar o tal do ‘Spectrex, o atormentador’.Lembro com exatidão, que nos turnos iniciais, o boss apenas fez bater palmas e um dos aventureiros de alcunha “omaisbrabotemnome”, que estava a alguns bons quilômetros de distância do chefe, deitou para a eternidade. Dizem que a pancada foi tão forte que o motivou a parar de jogar pouco tempo depois.Não durou muito para todos estarem quase mortos. Ah! Foi nesse momento que decidi mostrar minhas habilidades e curar meus aliados. Ideia que foi rapidamente refutada com um belo zero curas. É... o final é previsível, o Spectrex era realmente atormentador.Escolhi esse relato, porque algumas surras memoráveis marcam mais que algumas belas vitórias.

4 0
Pontuação : -10

Essa foi a história de um de meus primeiros campos de batalha, na época me juntei com um amigo e estávamos indo para um campo de batalha que ia ocorrer na antiga sufokia (que era enorme por sinal) o problema é que não tínhamos o zaap e tivemos que ir apé, o verdadeiro problema foi quando nos demos conta que na semana passada havíamos destruído uma floresta e nos tornamos procurados na nação, então tivemos que fazer um trajeto de vida ou morte até o prisma sem sermos agrados, que seria nosso fim  pois não passávamos de dois marmanjos Level 90, passando por todo o território de maneira épica enfim chegamos no prisma quando nos deparamos com ele fechado, pois antigamente o horário era 1 hora atrasado, deslogamos e quando deu a hora de reentrar fomos agrados e ficamos 2 horas na prisão, perdendo todos os outros campos de batalha.

0 0
Pontuação : 191
Há algum tempo, eu e meu amigo criamos nosso time para jogar no Remington. Eis que estávamos matando uns Papatudos e encontramos um que se destacou: O Tapaburako, o Solitário (de solitário não tem nada, já viram a gangue que ele tem?). Ao vê-lo, sugeri:

- Ei, queres se divertir? - Indaguei inocentemente.
- Claro, o que pensas? - Questionou meu amigo.
- Que tal darmos uma porrada nessas ovelhas? Certamente esse grandão vai ter itens raros!
- Será que ele é forte?
- Claro que não e, se for, SEREMOS MAIS FORTES! - Pronunciei confiante.
- ENTÃO JUNTOS LUTAREMOS! - Gritou meu amigo com emoção.

chama por aventura ardia em nossos corações, era agora ou nunca!
Gritando mais alto que uma Fritney Spíers;
Mais energizados que o Pique Atchu, o Elétrico;
Corajosos como seis Tristepan:
Fomos à luta e morremos. Rimos muito e a memória ficou eternizada.
0 0
Pontuação : 49

  Cara irmã,Pettra. 

  •   Bem você me pediu uma história ardente né,pois lhe contarei uma.Lembro-me de certa vez que eu e meu caro amigo Lynch,também conhecido como Temp  inventamos de invadir uma construção mórbida no cemitério de Dezist.Nós nos esgueiramos ate o local protegido por alguns zumbis,ao entrar nos topamos com mais daquelas criaturas,mas nada que um belo soco no meio da cara e um pouco de magia xelor não resolvesse,mas na quarta sala...encontramos algo de gelar a espinha de qualquer dozeano!Era uma coisa grotesca com cara de awaw e corpo de bwork comandado por uma velha.Infelizmente temp acabou por sucumbir ao ataques da criatura,mas a chama da adrenalina corria a mil nas minhas artérias!Quase morri,mas consegui desferir um ataque tão potente que levou aquele monstro morrer (pela segunda vez).

-Fire Sanguerubro.
1 0
Pontuação : 1

Era um lindos dia chuvoso enfrentando umas horda de chaffers , um deles era o rei com coloração esverdeada e detalhes interessantes, se não me engano ele era level cento e alguma coisa, e eu level 122, logo pensei: hmmmmmmmmmmmmm, vou conseguir, fui uma árdua luta ambos ficamos lutando por 40 minutos, porém no final foi me causado um dano tão alto que passou pros meus outros 4 personagens e suas gerações, resultado final: perdi e levei uma surra que ficou pra outras gerações.

0 0
Pontuação : 6

Estava eu upando minhas profissões quando de repente, surge a noticia de um novo chefe supremo: Nogord, um dragão supremo dominador dos 4 elementos, como um bom huppermago que sou, também dominador dos 4 elementos, queria ver quão forte esse dragão é, foi difícil, mais consegui junta 5 companheiros corajosos para enfrenta lo. E toda semana travávamos batalha contra o largatão, horas e horas de luta, mas no final ele sempre ria de nosso fracasso, muitos dos meus companheiros foram desistindo, fiquei um tempo sem enfrenta lo, mas já estou juntando novos companheiros para continuar e finalmente provar que huppermago é o melhor dominador dos 4 elementos e conseguir o titulo por derrota lo.

0 0
Pontuação : 33

Um dia fui auxiliar um companheiro de guilda a  fazer  uma invasão , ao chegar lá me deparo com meu pior pesadelo hordas de BLOPERA(Sim as medonhas gelatinas que não tomam dano) mesmo assim resolvi tentar ajudar peguei uma luta faltando 17 minutos para o colaborativo terminar,Junto ao meu trio de Kilorf Cra e Enirpsa a luta parecia não acabar, quando olho o tempo faltava 1 minuto para a invasão terminar e só faltava a minha luta todos assistindo e aguardando,os mob não tomavam dano,Eu já estava pensando que havia estragado a ambiental dos meus companheiros, quando só faltava um MOB e 20 segundos para acabar a ambiental, todos acharam que o ambiental já estava perdido até que ninguém sabe como, meu Cra lançou uma flecha destrutiva em 45 de crivado e deu 10k de dano,antes disso mal estava batendo 1k. Esse dia ficou pra história.

0 0